Filie-se

SINDPOL-RJ e COLPOL-RJ seguem na incansável luta pela aposentadoria policial

Sindpol RJ Comente 18.05.19 314 Vizualizações Imprimir Enviar
1

Entre os dias 07 e 09 de maio de 2019, a comitiva do SINDPOL-RJ representada por seu Conselheiro Fiscal, Oficial de Cartório Arthur Alexandre, em companhia do Delegado Sindical (nomeado para o ato), Inspetor Carlos León, estiveram em Brasília (DF) com o objetivo de defender a categoria policial civil, em todos os seus cargos, na tramitação da PEC 06 (Reforma da Previdência do Governo Bolsonaro) que em seu texto original não reconheceu as peculiaridades e riscos inerentes à atividade policial, reconhecendo tão somente os militares.

Os citados colegas, representando dignamente a diretoria do SINDPOL-RJ e seu presidente, cumpriram intensa agenda na Câmara dos Deputados, no Senado Federal e no Palácio do Planalto, conversando com Deputados Federais e Senadores da República sobre a importância e justiça de nosso pleito, “arrancando” compromissos de apoio.

Entre os inúmeros parlamentares, foram visitados os Senadores fluminenses Flávio Bolsonaro e Arolde de Oliveira, a Deputada Major Fabiana (vice-líder do governo), bem como o presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência, Deputado Marcelo Ramos (relatório em anexo).

Na próxima terça-feira (21/05), a UPB nacional (União dos Policiais do Brasil) fará uma grande manifestação em frente ao Congresso Nacional, ao Ministério da Justiça e ao Palácio do Planalto, com a presença de policiais civis, federais e rodoviários federais de todos o país.

O SINDPOL-RJ e a COLPOL-RJ farão parte da delegação da UPB-RJ presente aos atos, que lutam pela emenda da segurança pública apresentada pela UPB e encampada pelo Deputado Federal Hugo Leal, devolvendo a dignidade ferida dos policiais de todo o Brasil, mantendo no texto a paridade e integralidade para aposentadorias e pensões, além de estabelecer uma regra de transição para a idade mínima.

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

Sindpol RJ

  • contato@sindpolrj.com.br

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

© 2019 SINDPOLRJ.