Filie-se

SINDPOL-RJ e COLPOL-RJ cobram prioridade nos investimentos em inteligência e investigação, além de reformas no modelo de segurança adotado no país, algo muito mais eficaz que uma simples intervenção

Sindpol RJ Comente 19.02.18 1411 Vizualizações Imprimir Enviar

“Para o presidente do Sindicato dos Policiais do Estado do Rio de Janeiro (Sindpol), inspetor Marcio Garcia, a intervenção não resolverá o problema da segurança:

— Essa intervenção é mais uma medida paliativa que não ataca as causas do problema, pois continuamos insistindo no mesmo modelo falido de segurança adotado no Brasil. Também deveríamos focar numa política que privilegie a inteligência, a investigação e a tecnologia, não em mais confrontos armados sem planejamento, enxugando o gelo, visto que o financiamento do crime não está sendo combatido — afirmou Garcia, concluindo que a medida pode também reforçar ainda mais a política de confronto.

— As Forças Armadas só vão reforçar a lógica da aniquilação, com militares que não estão preparados para atender a segurança pública num ambiente civil, mas que estão treinados para a guerra e para destruir o inimigo.”

https://oglobo.globo.com/rio/especialistas-discordam-sobre-intervencao-federal-no-rio-22404162

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Notícias

Sindpol Rj comemora 33 anos hoje

Comente Sindpol RJ 05.10.21
Notícias

União dos Sindicatos contra o pacote de maldades

Comente Sindpol RJ 05.10.21
Notícias

ALERJ começa hoje a mudar o nosso futuro

Comente Sindpol RJ 05.10.21
© 2021 SINDPOL.