Filie-se

Saiba qual é a realidade do Policial Civil no Rio de Janeiro!

Sindpol RJ Comente 29.10.11 1689 Vizualizações Imprimir Enviar
POLICIAL CIVIL QUE DEFENDE A SOCIEDADE ASSIM:

Bando de agiotas tinha cerca de 60 espaços onde cobrava juros exorbitantes e ameaçava clientes 
Rio – Áudios divulgados pela polícia mostram o estilo de vida luxuoso que os membros de quadrilha de agiotas desbaratada nesta quinta-feira tinha. Em uma conversa interceptada pela equipe de investigação da Polícia Civil, o acusado de liderar o grupo, Clenílson Gomes, fala com um corretor sobre seus bens. “Eu estou com sítio, lancha e uns carros aí”, afirmou. Em outro áudio, um agiota pressiona a vítima, que afirma não ter pagado os valores cobrados devido a internação hospitalar do filho.
Leia mais: http://odia.ig.com.br/portal/rio/html/2011/10/escutas_telefonicas_mostram_vida_de_luxo_de_acusados_de_agiotagem_202725.html

POLICIAL CIVIL QUE RECUPERA O DINHEIRO DO ESTADO ASSIM:

Quadrilha usava silicone para fraudar presença de alunos em autoescolas do Rio – Movimentação do grupo criminoso chegava a R$ 10 milhões por ano
Uma das estratégias utilizadas pela quadrilha desmantelada pela polícia civil na manhã desta sexta-feira (21) era a utilização de moldes de silicone e de massa de modelar para reproduzir impressões digitais de alunos sem que eles precisassem frequentar as aulas para ter registro de presença, uma das exigências do Detran para a emissão da carteira de motorista.
Leia mais: http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/quadrilha-usava-silicone-para-fraudar-presenca-de-alunos-em-autoescolas-do-rio-20111021.html

POLICIAL CIVIL QUE LUTA POR UMA SEGURANÇA PÚBLICA DE MAIS QUALIDADE, É TRATADO ASSIM:

Policiais que aderem a movimento são transferidos para longe 
O primeiro mês da “Operação Cumpra-se a Lei” nas delegacias do estado do Rio está sendo marcado por transferências sumárias de policiais favoráveis ao movimento pelo cumprimento à risca das regras. Pelo menos três agentes que foram removidos acreditam terem sido vítimas da chamada punição geográfica, quando o policial é transferido para uma delegacia distante.

Outros dois policiais civis que atuam na 38 DP (Irajá) não foram transferidos, mas respondem a sindicância sumária, instaurada pelo delegado, porque aguardaram a chegada dele para que fosse feito o registro de seis ocorrências. No dia 21 de outubro, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (Sindpol), que idealizou a operação, denunciou o caso à Corregedoria Geral Unificada (CGU), alegando abuso de autoridade.
— Essa situação tem que ser analisada com prudência. Não podemos fazer juízo precipitado — disse o corregedor Giusepe Vitagliano, que irá participar de uma reunião na próxima semana para analisar o movimento.
Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/policiais-que-aderem-movimento-sao-transferidos-para-longe-2892967.html#ixzz1cDZDVBEM 

POLICIAL CIVIL QUE GANHA O PIOR SALÁRIO DO BRASIL, EM PLENA NEGOCIAÇÃO, É TRATADO ASSIM:

Servidor sem previsão de novo reajuste
Repetindo o que vem fazendo desde 2007, o governo do estado não tem previsão de reajustes salariais para o servidor no próximo ano. O Projeto de Lei do Orçamento de 2012, que deve ser votado até dia 15 de dezembro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), não menciona possíveis aumentos para o funcionalismo. Segundo a Secretaria de Planejamento, servidores estaduais estão com aumentos salariais ainda sendo integralizados.
Leia mais: http://odia.ig.com.br/portal/economia/html/2011/10/mais_de_8_mil_vagas_de_concurso_em_2012_no_estado_do_rio_201824.html

ESSA É A NOSSA REALIDADE! PEDIMOS QUE DIVULGUEM NOSSO MOVIMENTO PELA MELHORIA DA POLÍCIA CIVIL DO RIO DE JANEIRO!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

© 2022 SINDPOL.