Filie-se

Prefeitura do Rio paga janeiro hoje

Sindpol RJ Comente 07.02.18 1768 Vizualizações Imprimir Enviar

Pagamento foi antecipado em um dia, e depósitos começam a entrar na conta esta terça-feira.

SINDPOL-RJ e COLPOL-RJ NÃO PARAM!

Agora, em matérias do jornal O DIA, edição desta terça-feira (06/02/2018), as manifestações ocorridas nos aeroportos do Galeão e Santos Dumont, na segunda e terça, contra a PEC 287 (Reforma da Previdência), organizadas pela FRENTE RIO, com a participação das legítimas entidades classistas da PCERJ.

Também, em outra matéria, a audiência de mediação do MPRJ/MPT – 1a Região, com a presença da SESEG, onde foram cobrados os resultados das demandas emergenciais da categoria, entre as quais o caos no efetivo policial das delegacias do Estado, podendo ser minimizado com a convocação dos concursados aprovados e o estabelecimento de um cronograma para os concursos em todos os cargos da instituição.

Sindicalistas protestam no Santos Dumont

Cerca de 30 pessoas do Movimento Frente Rio fizeram um ato contra a Reforma da Previdência, ontem pela manhã, no Aeroporto Santos Dumont. A intenção foi pressionar os parlamentares que voltavam para Brasília para que votem contra a proposta do governo.

Segundo André Ferraz, diretor da Associação dos Servidores da Vigilância Sanitária do Estado do Rio (Asservisa), uma das 60 entidades que compõe o movimento, o protesto foi um sucesso. “Foi um ato ordeiro, com panfletagem, marchinha de Carnaval, divulgação da lista dos deputados indecisos e agradecimento aos deputados que já declararam votos contra essa “Desforma Temerária da Previdência. Também convidamos a população sobre o Dia Nacional de Lutas marcado para dia 19”, afirmou.

No Rio, um dos parlamentares abordados foi Glauber Braga (Psol), que elogiou o ato. “É mais do que legítimo e necessário para que não seja aprovado o desmonte da Previdência. Hoje o governo não teria os 308 votos para aprovação, mas estão jogando pesado.”

Entidades cobram do Estado nomeações de policiais

A nomeação de 96 papiloscopistas policiais que já concluíram o curso na Academia de Polícia, assim como a convocação e matrícula dos 248 oficiais de cartório policial e outros 220 papiloscopistas policiais foram cobradas na terceira audiência de mediação realizada entre o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio (Sindpol-RJ) e a Coligação dos Policiais Civis (Colpol-RJ), junto com o Ministério Público, o Ministério Público do Trabalho da 1ªRegião, e o governo do estado.

O objetivo da mediação, proposta pelos sindicatos durante a greve que ocorreu entre janeiro e abril do ano passado, foi buscar apoio dos órgãos para os problemas enfrentados como a falta de efetivo e condições de trabalho, atrasos de salários, entre outros. “Queremos que o Estado faça um cronograma e se comprometa. Sabemos que não será fácil, mas tem que ter um planejamento”, afirma Marcio Garcia, presidente do Sindpol. Esta semana, será realizada nova reunião entre o MP e a Secretaria da Casa Civil. “Devemos ter uma resposta após o Carnaval”, conclui.”

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Prorrogação do prazo para inscrição!

Comente Sindpol RJ 15.08.22

CANDIDATOU-SE ÀS ELEIÇÕES 2022?

Comente Sindpol RJ 15.08.22

FELIZ DIA DOS PAIS!

Comente Sindpol RJ 14.08.22
© 2022 SINDPOL.