Filie-se

NOTA DE REPÚDIO

Sindpol RJ Comente 15.01.18 3540 Vizualizações Imprimir Enviar

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (SINDPOL-RJ) e as legítimas associações representativas da PCERJ (COLPOL-RJ, APERJ e APPOL-RJ), em conjunto com o movimento SOS POLÍCIA da PMERJ, vêm através desta nota REPUDIAR a charge do cartunista Leonardo, do Jornal Extra, que na edição impressa de hoje, 15/01/2018, fez uma brincadeira de extremo mau gosto, retratando a figura da morte assediando um Policial Militar, com assobio característico de uma “cantada”, seguido da expressão “MORRE FÁCIL”, com o cenário de uma favela por trás.

É lamentável a falta de sensibilidade e o desrespeito do profissional e do editor que autorizou essa piada, que atinge a todos os policiais do Brasil, em especial aos do Rio de Janeiro, caçados e mortos às centenas nos últimos anos. Não se brinca com assédio e morte!

Nos solidarizamos, sobretudo, com as famílias enlutadas desses policiais, que se sentiram afrontadas ao ver a farda sendo ridicularizada, em violação à memória de tantos heróis que tombaram para que nossa sociedade não se transforme numa barbárie.

Se o objetivo desse desenho fosse denunciar o absurdo que ocorre em nosso país, com a inversão total de valores, onde os agentes da Lei morrem em defesa da sociedade e são abandonados pelos governantes, existem formas muito mais inteligentes, até mesmo por meio de charges apropriadas.

Na falta absoluta de bom senso diante da realidade social que vivemos, gostaríamos de saber se o desenho teria a mesma graça se um desses centenas de “assediados” fosse um familiar dos jornalistas envolvidos. Ou se retratasse de forma debochada um jornalista vítima da violência, como ocorreu com Tim Lopes, torturado e assassinado por traficantes ou com o cinegrafista Santiago Andrade, morto pela irresponsabilidade de “black blocks”, entre tantos jornalistas que, assim como a população, sofrem com o caos na segurança pública provocado por décadas de descaso e incompetência administrativa de sucessivas gestões de nosso Estado.

Diante de tamanho e inaceitável desrespeito, os policiais civis e militares exigem uma retratação formal e imediata do Jornal Extra.

A indignação atingiu a todos, usando farda ou distintivo!

 

Rio de Janeiro, RJ, 15 de janeiro de 2018.

Marcio Garcia

SINDPOL-RJ

Fábio Neira

COLPOL-RJ

Edson Fernandes

APERJ

Marco Antonio

APPOL-RJ

Nílton da Silva

SOS POLÍCIA / PMERJ

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Notícias

COMISSÃO DA ALERJ DEBATE NORMAS TRABALHISTA

Comente Sindpol RJ 11.12.19
Notícias

Encerramento do ano: Programa Papo de Responsa

Comente Sindpol RJ 09.12.19
© 2019 SINDPOLRJ.