Filie-se

Nota complementar sobre a suspensão da GREVE

Sindpol RJ Comente 12.02.12 1019 Vizualizações Imprimir Enviar
12/02/2012 – 13h
Nota Complementar do Diretor Jurídico Adjunto do SINDPOL RJ, Carlos Graça Aranha

Policiais Civis do Rio de Janeiro,
Sou Diretor Jurídico Adjunto do SINDPOL RJ.

Durante todo o dia de ontem, sábado, 11.02.2012, fui partícipe e testemunha de fatos que concretamente culminaram pela tomada de decisão mais difícil de nossas vidas: A SUSPENSÃO DE UMA GREVE sem a presença de uma assembléia, claro, condicionando ao “referendum” de uma nova AGE.

Estamos cientes da gravidade da decisão, porém, estritamente legal sob o ponto de vista jurídico.

Obviamente não convocamos uma coletiva de imprensa para anunciar a suspensão do movimento apenas na PCERJ, porém, estranhezas outras ocorreram que culminaram pelo fim já conhecido.

Durante todo o dia 11/02 tivemos informações desencontradas, prisões de militares e informações confirmadas, as quais nos chegavam por conta dos inúmeros amigos da PCERJ, que formam uma imensa rede de informações para o bem.

Há efetivamente razões para a decisão que mais mal estar e agonia nos provocaram, porém, por certo, não podem ser discutidas em público, sejam por sites, facebook, outras redes ou ainda pela imprensa.

Tenho que pedir paciência, compreensão, equilíbrio e sabedoria a todos para que esperem a “AGE chegar”, onde todos os fatos serão explicitamente discutidos para análise e deliberação de todos os policiais civis, que é, em última análise, quem tomará a decisão de continuar ou não em greve, ou mesmo outros rumos.

Não tem sido fácil representá-los. Um leão por dia…
Por fim, para uma reflexão até lá:
NÃO EXISTE O MAL, APENAS A AUSÊNCIA DO BEM E PARA CADA REPRESENTANTE DO BEM AUSENTE, ESTE FICA MAIS FRÁGIL.

Paz, luz e equilíbrio.
CARLOS GRAÇA ARANHA
Diretor Jurídico Adjunto do SINDPOL RJ

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

© 2022 SINDPOL.