Filie-se

As Duas Faces do Distintivo: o outro lado policial

Sindpol RJ Comente 15.11.19 221 Vizualizações Imprimir Enviar

“ESCRITORES”

A sexta edição da série As duas faces do distintivo” onde apresentaremos os colegas policiais que além de exercer a nobre função na segurança pública no Rio de Janeiro, também atuam nos bastidores da vida policial como escritores traz o colega Inspetor GUNTHER SCHMIDT DE MIRANDA, Policial Civil no Rio de Janeiro desde 2002, graduado em Gestão de Segurança Pública e Privada pela Universidade Estácio de Sá; formado nos cursos de Manipulação de Materiais de Demolições; Neutralização e Destruição de Artefatos Explosivos; Básico (e Avançado) de Explosivos; Blaster; Defesa Química, Biológica, Nuclear e Radioativa; Desminagem.

Em 2014, escreveu seu primeiro livro, o romance policial “O Caso Helena” (Editora Verve); mesmo ano em que participa das antologias “Xeque-Mate” (policial), “Horas Sombrias” (terror), “Amor Entrelinhas” (cartas de amor); todas pela Editora Andross.

Em 2015, novamente participa de antologia organizada pela Editora Andross; “King Edgar Hotel” (terror); assim como da antologia Brasil x Argentina, “Contos Insólitos” (Editora Illuminare) e encerrando o ano; Brasil x Portugal “Crime Sem Castigo” (Pastelaria Studios).

O ano de 2018 foi decisivo em sua carreira como romancista, lançando  o “Guia de Segurança Pessoal” (Editora Lugre) em parceria com o Inspetor MARCOS SANTIL MACHADO. Tamanho foi o sucesso que tal obra teve versão atualizada e estendida, versão 2.0, pela Editora Varekai em 2019. Mesmo ano que é lançado o livro “Guia Básico de Armas, Munições e Tiro”, em sociedade com o Inspetor JAYME DA ROSA COSTA NETO, pelo selo “Autores Independentes” da Editora Novo Século.

“O Caso Helena” é um romance policial curto e direto onde o ficcional Inspetor Marlos Wagner é cedido à Força Aérea Brasileira para auxiliar no inquérito relativo ao assassinato da capitã Helena, no interior da Base Aérea do Galeão. Nesta obra o autor mescla suas experiências pessoais e funcionais, tendo sido sargento especialista de armamento (CFS/EEAr 1992) e trabalhado na Organização Militar palco da trama.

 

 

 

 

 

 

Apesar de terem sido escritos cronologicamente “O Caso Incendiário” e “O Caso dos Dois Invernos” – até hoje não publicados – a ficção “O Caso dos Números” é lançada em 2016 na qual é narrada uma série de homicídios onde as vítimas são romancistas policiais nacionais, mortos como tais escritores matam em suas obras.

Tendo em vista a visão de Gunther – “O escritor tem uma responsabilidade para com a sociedade contemporânea” – o próprio MARCOS SANTIL MACHADO motivaram-se para redigir o “Guia de Segurança Pessoal” com o objetivo, mediante a experiência de tantos anos em plantão, de orientar nacionais e turistas, para não serem vítimas de tantas modalidades e criminais, como agir durante o ato e o que fazer após. Tamanho foi o sucesso alcançado que a obra foi atualizada e estendida, sendo que os autores constantemente palestram em instituições diversas em várias cidades do país.

FOTOS DO LIVRO “GUIA BÁSICO DE ARMAS, MUNIÇÕES E TIRO”

Graças a metodologia empregada no “Guia de Segurança Pessoal”, Gunther somou forças ao Inspetor JAYME DA ROSA COSTA NETO onde as experiências operacionais e técnicas, mescladas aos estudos históricos e legais sobre a matéria foram materializadas no “Guia Básico de Armas, Munições e Tiro”. Neste livro vemos claramente a intenção dos autores em reforçar os conhecimentos já adquiridos por pessoas já instruídas sobre a matéria e desmistificar o assunto para aqueles que pouco sabe sobre ele. Objetivo tão ricamente atingido que os autores palestram sobre o assunto.

Nosso Inspetor tem como farol em suas obras um ensinamento juvenil de um antigo professor: “O escritor tem uma responsabilidade histórica em seus livros”. Seja nos romances ou guias criados, Gunther tenta traduzir o momento, retratar a sociedade (nacional e global) em sua profundidade, demonstrando claramente que as leis são reflexos da moral de um povo em determinado momento e local. Apesar de transitar pelo gênero terror/policial, simultaneamente a frieza das armas que lhe acompanham desde 1992 fundem-se nas paixões e ódios que rondam seu cotidiano, fatos traduzidos em linhas exatas e exuberantes, desenhando desejos e anseios da imperfeição humana. Tudo isso, fonte inspiradora para novas obras. Talvez, em outros gêneros, demonstrando sua adaptabilidade literária.

Caso queira saber mais a respeito do trabalho de Gunther, por favor, envie um e-mail para falcaocobrabomba@yahool.com.br

Clique aqui para adquirir o Guia Básico de Armas, Munições e Tiro:

https://guiagbamt.wixsite.com/gbamt

 

 

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Notícias

COMISSÃO DA ALERJ DEBATE NORMAS TRABALHISTA

Comente Sindpol RJ 11.12.19
Notícias

Encerramento do ano: Programa Papo de Responsa

Comente Sindpol RJ 09.12.19
© 2019 SINDPOLRJ.