Filie-se

COLPOL recebe a palestra “Os benefícios da amamentação”

Sindpol RJ Comente 23.08.18 937 Vizualizações Imprimir Enviar

Aconteceu na manhã desta 5ª feira, 23/08, na sede cultural da COLPOL-RJ, a palestra “Os benefícios da amamentação”.

O evento, uma parceria da COLPOL-RJ, do SINDPOL,RJ, em parceria com o Núcleo Perinatal do Hospital Universitário Pedro Ernesto, da UERJ (HUPE/UERJ), contou com a apresentação de Abilene Gouvêa, enfermeira obstétrica, coordenadora do Banco de Leite Humano (BLH) do Núcleo Perinatal do HUPE, falando sobre os benefícios da amamentação.

O público reduzido, porém muito interessado no tema, fez muitas perguntas à Abilene e à enfermeira Elizete Gomes, que trabalha com ela no Núcleo Perinatal do HUPE.

Existe leite fraco? É importante preparar o bico do peito para o processo de amamentação? Amamentação ajuda a mulher a emagrecer? Como faço para doar o leite excedente que produzo?

Essas e outras perguntas foram respondidas com muita didática e atenção. Abilene fez questão de orientar o público sobre todas as dúvidas e ainda salientou que o Bando de Leite Humano do Hospital Pedro Ernesto funciona 24h, recebe doação de leite humano, ajuda quem precisa do leite e orienta mães sobre o manejo e a melhor forma de amamentar.

O advogado Márcio Marques comentou admirado: “Nossa, que trabalho maravilhoso. E parabéns à COLPOL-RJ por receber um evento tão bonito e importante como esse. Confesso que não sabia da existência desses bancos de leite. Que bom que eles existem. Tomara que haja mais e mais divulgação sobre esse trabalho fundamental. Eu mesmo tenho uma história curiosa em relação a isso: minha mãe não teve leite e não conseguiu me amamentar. Tive o que na época se chamava de ama de leite. Mas pelo que foi explicado aqui, isso nem é mais uma prática aconselhável, né? O melhor nesses casos é recorrer ao banco de leite. Está vendo? Informação é tudo! Parabéns pela iniciativa, pessoal.”

A policial Ana Flávia, que foi com a filha, a pequena Giovanna, de 4 meses, também adorou a iniciativa. Atenta, ela participou, fez perguntas, tirou dúvidas e comentou sua experiência: “Sou mãe também de um rapaz de 19 anos. E ele eu não amamentei. Hoje, vejo que faltou apoio, informação, incentivo, mesmo. Parece que não valorizavam a importância da amamentação. Que bom que hoje é diferente com ela. Amamentar não é só alimentar a criança. É um ato de amor, de aconchego, de vínculo. Tomara que ela ainda mame muito.”

O comissário Marcos Janssen, que foi com a esposa, Audrey, que também é da PCERJ, fez questão de dar seu depoimento, também: “Eu me sinto em casa, aqui. Estou adorando as palestrar e seminários que estão acontecendo aqui nesse espaço. Ontem, falei com um amigo que hoje viria a uma palestra sobre amamentação e ele ficou brincando comigo. Mas é isso aí. Informação nunca é demais. E esse tema é um tema importante para todo mundo, não só para a mulher, não. Já sou macaco velho e na minha época acho que havia muita crendice, informação errada, não sei. Só sei que ouvi muita coisa legal, aqui. Parabéns a todos pela iniciativa.”

Flávia Ramos Neira, esposa de Fábio Neira, presidente da COLPOL-RJ e presidente em exercício do SINDPOL-RJ, foi com a pequena Heloísa Helena, de 10 meses. Defensora da amamentação, partiu de Flávia a ideia de realizar a palestra, aproveitando como gancho o mês de agosto, que é o mês dedicado, no mundo inteiro, à amamentação. Emocionada, Flávia agradeceu a presença de todos e comentou a alegria de realizar num espaço da PCERJ a palestra sobre esse tema:

“Acho que lançamos a sementinha de que é possível. É possível falarmos de todo e qualquer assunto que nos diga respeito, seja algo mais a ver com o ofício de ser policial, seja algo mais a ver com as questões de saúde. O espaço está aberto e vamos usá-lo da melhor maneira possível. Amamentação é algo fundamental em nossas vidas. Um bebê que faz amamentação exclusiva até os 6 meses é mais saudável, sim. Isso sem falar no lado positivo também pelo vínculo de amor que desenvolve com a mãe e com o mundo. Por isso, sou defensora da amamentação, sim. Obrigada. Obrigada a cada um de vocês que acordou cedo e veio pra cá participar desse momento com a gente.”

Quem precisar de ajuda do Banco de Leite Humano do Hospital Pedro Ernesto/UERJ, é só ligar (para tirar dúvidas e/ou agendar hora para atendimento presencial) para 21- 28688452 ou 21- 28688451.

Mas saiba que há no Brasil uma das melhores redes do mundo em relação a bando de leite humano. Essa rede está presente em todo o país. Você encontra em todos os estados e na maioria dos municípios. Para conhecer a Rede Global de Bancos de Leite Humano, da Fiocruz, e ver qual a unidade mais perto de você, acesse: www.rblh.fiocruz.br

 

p1 p2 p3 p4 p5 p6 p7 p8 p9 p10

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Prorrogação do prazo para inscrição!

Comente Sindpol RJ 15.08.22

CANDIDATOU-SE ÀS ELEIÇÕES 2022?

Comente Sindpol RJ 15.08.22

FELIZ DIA DOS PAIS!

Comente Sindpol RJ 14.08.22

SINDPOL/RJ Depoimento

Comente Sindpol RJ 11.08.22
© 2022 SINDPOL.